TcH_Agenda_i11.jpg

TRADIÇÃO DA CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO NAVAL


01

BARCO

DÓRI · TRAINEIRA · MOLICEIRO

ESCULTURA


ÍLHAVO 

INAUGURAÇÃO

17 NOV 2018 GAFANHA DA NAZARÉ

O escultor Miguel Neves Oliveira foi desafiado pelos três municípios para a criação artística de três embarcações com base nas memórias afetivas dos pescadores de cada localidade – o Dóri, a Traineira, o Moliceiro. O Barco será um veículo de expressões, memórias e imagens relacionadas com a faina de cada embarcação, construído em oficina encenada, permitindo ao visitante enriquecer-se através de experiências baseadas na identidade e tradições locais trabalhadas na perspectiva artística singular do Miguel Neves Oliveira.

escultor Miguel Neves Oliveira


02

CONSTRÓI A TUA EMBARCAÇÃO TRADICIONAL EM 3D

WORKSHOP PARA ESCOLAS

OFICINA


ÍLHAVO 

ANO LETIVO 2018-2019 ESCOLAS DO MUNICÍPIO

MURTOSA

ANO LETIVO 2018-2019 ESCOLAS DO MUNICÍPIO

PENICHE 

ANO LETIVO 2018-2019 ESCOLAS DO MUNICÍPIO

Workshops de criação de embarcações típicas usando as tecnologias de impressão base em 3D para alunos do segundo e terceiros ciclos do ensino básico. Com esta ação, os alunos podem experienciar a criação de uma pequena embarcação em 3D, conhecendo melhor a cultura, tradições e valores marítimos do seu Município.

modelação e impressão em 3D Beeverycreative


03

DE ESTALEIRO EM ESTALEIRO – ROTEIRO DA CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO NAVAL

VISITAS ORIENTADAS AO PATRIMÓNIO MARÍTIMO E RELIGIOSO DOS MUNICÍPIOS DE ÍLHAVO, PENICHE E MURTOSA

Onde há pesca há estaleiros! Este não é um ditado popular português mas bem o podia ser… Casos até existem em que os estaleiros são berço de cidades portuárias, como é o caso dos Estaleiros Mónica, da Gafanha da Nazaré, em Ílhavo. Em Peniche, desde o século XV que esta importante atividade para a economia local está documentada. A Murtosa considera a construção naval tão identitária que tem
o Museu Estaleiro da Praia do Monte Branco, na Torreira, dedicado ao conhecimento e valorização das artes de construção de embarcações tradicionais.

A construção naval evolui e hoje vale a pena conhecer não apenas como se fazia mas também o que de mais arrojado e inovador se incorpora na arte da construção e reparações navais. Embarque nestas viagens e acompanhe-‑nos na odisseia da história e da tecnologia naval.


VISITAS ORIENTADAS

ÍLHAVO

17 NOV 2018 FESTIVAL GASTRONOMIA DE BORDO

MURTOSA

29 SETEMBRO ARMAZÉNS DE ARTE XÁVEGA – TORREIRA ESTALEIRO MUSEU E CAIS DO BICO